Cada vida importa

8061

Mortos no ceará entre 2010 e 2020

no Ceará

12

foi a média de adolescentes assassinados por semana em 2020, num total de 90,70% a mais que 2019.

no Ceará

119

meninas foram assassinadas no Ceará em 2018. Aumento de 322% em relação a 2016 no Estado e de mais de 400% na capital cearense.

no Ceará

140,2

jovens mortos com relação a 100 mil habitantes no Ceará em 2017, a segunda maior taxa de homicídios do Brasil.

Instituído em 2016 na Assembleia Legislativa do Ceará, o Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) liderou uma pesquisa de campo – em parceria com Governo do Estado, Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e instituições do poder público e da sociedade civil – que mapeou as famílias que tiveram adolescentes assassinados em 2015 em sete cidades cearenses: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral, Maracanaú, Caucaia, Horizonte e Eusébio.


Histórias de vida

Conheça as histórias dos adolescentes vítimas da violência no Ceará, e de mães, pais, parentes e amigos que sofrem com essas perdas.


Blog do comitê