segunda-feira, 08/07/2019

Redução de assassinatos no Estado não soluciona a vulnerabilidade de adolescentes

Reportagem do jornal Diário do Nordeste traz análise do Comitê sobre assassinato de adolescentes

No último domingo (07), o jornal cearense Diário do Nordeste publicou reportagem “Adolescentes assassinados: a dinâmica da violência no Ceará”, acerca do recente levantamento da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Estado sobre a redução de homicídios no primeiro semestre de 2019, comparado ao mesmo período do ano passado. O Comitê pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) foi procurado para elucidar questões que vão além da considerável diminuição das mortes. Thiago de Holanda, coordenador do CCPHA, ressalta que a redução dos índices de adolescentes assassinados não acompanha a diminuição da vulnerabilidade da juventude. Ainda questiona qual será a resposta dos grupos que disputam o mercado das drogas ao recrudescimento da força policial, algo que já tem modificado a dinâmica desses grupos.

Apesar da expressiva queda de homicídios, um breve levantamento do Comitê a partir de dados no site da SSPDS, com base no mesmo relatório,  mostra que ainda perdemos 6 adolescentes de 10 a 19 anos toda semana, entre janeiro e junho deste ano. Ainda há muito que se caminhar pela prevenção dessas mortes, e a reportagem traz com destaque as 12 recomendações apontadas pelo Comitê a partir das evidências de vulnerabilidade identificadas na pesquisa de 2016, que deu origem ao relatório Cada Vida Importa.

Confira a reportagem no linkhttps://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/seguranca/adolescentes-assassinados-a-dinamica-da-violencia-no-ceara-1.2119818 

Clique na imagem abaixo para download da versão PDF da reportagem: