sexta-feira, 16/08/2019

Nova fase da Formação para agentes de saúde e assistência social de Fortaleza

Formação "Cuidando em Rede" tem nova turma iniciada

Nesta semana foi finalizado o 1º módulo da segunda turma da Formação “Cuidando em rede: saberes e práticas na atenção às famílias vítimas de homicídio”, para agentes públicos da Saúde e Assistência Social de Fortaleza. Ao todo, serão formados 1000 profissionais a partir da sensibilização pela prevenção de homicídios na adolescência.

Com o tema “Políticas Públicas para 2ª década de vida e o trabalho com adolescentes vulneráveis aos homicídios”, o módulo trouxe como facilitadoras as Doutoras Luciana Quixadá (Educação pela UFC) e Camila Holanda (Sociologia pela UFC), e a Mestra Jéssica Rodrigues (Psicologia pela UFC). Até meados de setembro, cerca de 500 pessoas terão outros quatro módulos com colaboradores de entidades parceiras que realizam a formação, como Instituto OCA, Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência e Rede Acolhe, da Defensoria Pública do Ceará.

Por meio da sensibilização e de questões levantadas acerca das práticas profissionais nas políticas de Assistência Social e Saúde do município, a formação propõe a atuação em rede na atenção de familiares de vítimas de homicídios, com abordagens comunitárias e psicossociais mais aprofundadas no tecido social que envolve o cotidiano dos profissionais.