sexta-feira, 10/08/2018

Trabalho do CCPHA apresentado em seminário internacional no México

O encontro discutiu medidas para prevenir homicídios de jovens

Renato Roseno apresentou as 12 recomendações de prevenção de homicídios do CCPHA

O trabalho do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) foi apresentado, na quinta-feira (9), no seminário internacional “Como reduzir os homicídios no México: lições da América Latina”, sediado na Cidade do México.

Relator do CCPHA, Renato Roseno foi o único brasileiro a participar do encontro e compartilhou a mesa com Alejandrk Guertz, conselheiro de Estado do futuro presidente mexicano Lopez Obrador; Lisa Sanchez, diretora do projeto México Unido Contra a Delinquência; Brian Winter, editor-chefe da revista Americas Quartely; e Karla Zabludovsky, correspondente da BuzzFeed News na América Latina.

Diante dos desafios de reduzir as altas taxas de letalidade juvenil em países da América Latina, foram discutidas no painel questões como alternativas ofertadas para jovens que vivem em condições de vulnerabilidade, como acesso a projetos sociais e geração de emprego e renda.

Renato Roseno apresentou as 12 recomendações de prevenção do CCPHA, elaboradas a partir de estudo que mapeou as trajetórias de vida de adolescentes assassinados no Ceará, e defendeu a execução de cinco atitudes a serem adotadas pelo poder público: urgência, planejamento, assertividade, pactuação e regularidade.

O evento é promovido pela revista Americas Quartely e Conselho das Américas, com o apoio da Open Society Foundations, e reuniu pesquisadores, jornalistas, parlamentares e gestores públicos de diferentes países.