quarta-feira, 25/07/2018

CCPHA apresenta a gestores de Senador Pompeu medidas para prevenir violência

A evasão escolar foi apontada como um dos sinais de alerta

Busca ativa dos estudantes fora da escola e geração de trabalho e renda são algumas das recomendações para prevenir homicídios na adolescência

A equipe do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) recebeu na terça-feira (24) a visita do prefeito de Senador Pompeu, Maurício Pinheiro, e de assessores técnicos do Município, Yara Fernandes e Manoel Neto.

A intenção dos gestores do governo municipal foi conhecer o trabalho do CCPHA e as recomendações de prevenção de homicídios de adolescentes, uma vez que Senador Pompeu, a exemplo de outras cidades do Interior do Estado, tem vivenciando uma explosão da violência. “Está havendo uma migração de homicídios para o Nordeste e há um fenômeno de interiorização dessas mortes”, contextualizou o relator do Comitê, Renato Roseno.

Durante a reunião, a evasão escolar foi apontada como um dos sinais de alerta para indicar meninos e meninas que podem ser vítimas de homicídios. Em Fortaleza, 73% dos adolescentes mortos estavam fora da escola há pelo menos seis meses. O relator do CCPHA também reforçou a importância de garantir projetos que gerem renda para a juventude.

O prefeito Maurício Pinheiro reconheceu a urgência de tomar medidas para prevenir a violência letal e convidou os integrantes do CCPHA para apresentar o trabalho do colegiado ao secretariado do Município de Senador Pompeu. O gestor ainda afirmou que vai reunir a equipe de governo para discutir que estratégias de prevenção já podem ser iniciadas no Município.